O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) pretende implantar um plano de modernização e expansão de sua sede, na Vila Velosa, para melhorar suas operações e o atendimento ao público.

Responsável pelos serviços de água e esgoto, resíduos sólidos e gestão ambiental de Araraquara, o DAAE completou 49 anos no último dia 2 de junho com o desafio de aprimorar continuamente os serviços prestados, acompanhando a expansão da cidade e o crescimento da demanda.
De acordo com o superintendente da autarquia, Marcos Isidoro, a melhoria no atendimento esbarra atualmente na falta de espaço físico. A solução então seria expandir para a área adjacente, na antiga sede do Estrela Futebol Clube, de propriedade da Prefeitura Municipal.
Cumprindo os trâmites legais e considerando que a alienação atende ao interesse público, a Prefeitura já encaminhou à Câmara o pedido de desafetação e alienação de imóvel, por meio de Projeto de Lei e agora aguarda apreciação do Legislativo.
Isidoro enfatiza que a aquisição do prédio viabilizaria as novas instalações tanto para serviços operacionais, sistema de tratamento de água, quanto para a área administrativa, incluindo a concentração de toda a diretoria de gestão ambiental no local e à construção de nova estrutura de atendimento ao público.
“Temos interesse em negociar a área vizinha à sede porque o espaço que temos hoje é insuficiente para atender toda a nossa demanda”, justifica o superintendente. “Poderíamos ali oferecer melhores condições de atendimento ao público que busca nossos serviços e também aprimorar o atendimento técnico, de análise de projetos. Atualmente, não podemos sequer oferecer banheiros adequados, com acessibilidade para a população que nos procura. Também já licitamos e será implementado em setembro o novo sistema comercial do DAAE para agilizar as demandas levadas para a população, mas nos falta o espaço físico para a ampliação”, completou o superintendente que ainda ressaltou o interesse na área da CTA (Companhia Troleibus de Araraquara), porém encontra-se inviabilizada devido a processos judiciais existentes.
Isidoro acrescenta que a expansão contemplaria ainda o atendimento do Fundo Social do Daae, que hoje conta com três assistentes sociais, atendendo uma demanda de milhares de munícipes num espaço insuficiente, sem a estrutura necessária para a equipe e sem nenhum conforto para a população. “Com a aprovação da alienação do imóvel e a negociação com a Prefeitura, nossa intenção é elaborar um projeto arquitetônico, aproveitando as construções já existentes no antigo Estrela”, conclui o superintendente.

Fonte: www.araraquara.sp.gov.br

Assessoria de Comunicação, 18 de junho de 2018

Pin It

Enquete Daae

Como você avalia a coleta e tratamento do esgoto realizado pelo Daae?

facebook

Back to top